domingo, 16 de fevereiro de 2014

João Bosco passa a limpo quatro décadas de carreira em show no Auditório Ibirapuera

Em 40 Anos Depois, o músico mineiro interpreta os principais sucessos de sua carreira; dividem o palco com ele Kiko Freitas (bateria), Guto Wiritti (baixo), Daniel Santiago (guitarra) e Armando Marçal (percussão)  


João Bosco retorna ao Auditório Ibirapuera para três shows comemorativos dos seus 40 anos de carreira. Os espetáculos acontecem de 21 a 23 de fevereiro, sexta-feira e sábado, às 21h, e domingo, às 19h. Foi nesse mesmo palco que o músico gravou o seu primeiro DVD – Obrigado, Gente – em 2006.

A ideia do show é passar a limpo essas quatro décadas, unindo a estreia – que aconteceu sob a benção de Tom Jobim em um disco compacto que tinha em um dos lados a música do compositor Águas de Março e Agnus Sei do outro. Entram ainda no repertório do show outros sucessos de Bosco, entre eles De Frente Pro Crime, da parceria dele com Aldir Blanc, Tanajura, com Francisco Bosco, e Fotografia, de Tom Jobim. O músico mineiro também homenageia outros compositores que o influenciaram, como Milton Nascimento, interpretando Lilia, e Paulinho da Viola, com Tudo se Transformou.

O espetáculo do Auditório Ibirapuera traz Bosco, na voz e no violão, acompanhado por músicos renomados: Kiko Freitas, na bateria; Guto Wiritti, no baixo; Daniel Santiago, na guitarra; e Armando Marçal, na percussão.

“Da perspectiva da geografia, ou dos gêneros, se preferirmos, os 40 anos da obra de João Bosco também estão muito bem representados. O mineiro mais carioca da música popular é talvez o único que pode cantar, e ser ao mesmo tempo a densidade barroca das Gerais e a superfície escorregadia do Estácio”, explica Francisco Bosco, escritor e seu filho.

Nascido em Ouro Preto, Minas Gerais, João Bosco começou a tocar violão aos 12 anos. Incentivado por Vinicius de Moraes, ele se mudou para o Rio de Janeiro. Na cidade fluminense, conheceu um de seus principais parceiros, Aldir Blanc, com quem compôs clássicos da MPB, alguns imortalizados por Elis Regina – entre eles Mestre-sala dos Mares, Dois pra Lá, Dois pra Cá e O Bêbado e a Equilibrista. Em 40 anos de carreira, ele já gravou 25 discos.




SERVIÇO
João Bosco - Em 40 Anos Depois
Dias 21 e 22 de fevereiro (sexta-feira e sábado), às 21h
Dia 23 de fevereiro (domingo), às 19h
Duração: 90 minutos
Ingressos: R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
Classificação indicativa: Livre

Auditório Ibirapuera
Capacidade: 800 lugares
Av. Pedro Alvares Cabral, s/n – Portão 2 do Parque do Ibirapuera
(Entrada para carros pelo Portão 3)
Fone: 11.3629-1075
Ar-condicionado. Acesso a deficientes. Proibido fumar no local.
Estacionamentos / Transporte:
Estacionamento do Parque Ibirapuera, sistema Zona Azul – R$3,00 por duas
horas. Dias úteis das 10h às 20h, sábados, domingos e feriados das 8h às 18h
Ônibus: Estação da Luz - Linha 5154 - Terminal Sto Amaro / Metrô Brás -
Linha 5630 - Jd. Eliana / Metrô Ana Rosa - Linha 675N - Terminal Sto. Amaro
Linha 677A - Vila Gilda - Linha 775C - Jd. Maria Sampaio / Metrô Vila Mariana - Linha 775 A - Jd. Adalgiza.

O Auditório Ibirapuera não possui estacionamento ou sistema de valet. O estacionamento do Parque Ibirapuera é Zona Azul e tem vagas limitadas. Sugerimos que venha de táxi ou transporte público
NOVOS HORÁRIOS DA BILHETERIA:
Quinta-feira: das 11h às 20h
Sexta-feira e sábado: das 11h às 22h
Domingo: das 11h às 20h

Ingressos em casa e pontos de venda: Sistema Ingresso.com, pelo site
http://www.ingresso.com ou pelo telefone: (11) 4003-2330
Formas de Pagamento: Visa, Amex e Mastercard, todos os cartões de débito e dinheiro. Não aceita cheques.
O serviço de reservas pelo site do auditório está suspenso temporariamente para adequação ao aumento da demanda e melhor atendimento ao usuário
Meia Entrada:
- Estudantes: apresentar na entrada Carteira de Identidade Estudantil.
- Professores da Rede Estadual, Apoentados e Idosos acima de 60 anos: apresentar RG e comprovante.

- Menores de 12 anos, acompanhados pelos pais, têm direito a 50% de desconto do valor da inteira, quando Censura Livre.

Produção Executiva: Guria Arte & Cultura

Nenhum comentário:

Postar um comentário